segunda-feira, 14 de maio de 2012

O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO


O fruto do Espírito Santo


Prezados Internautas,
A Paz do Senhor!
Com a ajuda do Senhor, estaremos meditando sobre o Fruto do Espírito. Esperamos que seja de benção para vossas vidas.
“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei” (Gl 5.22,23). Caros irmãos, iniciaremos hoje uma série de reflexões sobre um relevante tema, intrínseco à vida cristã, que é o Fruto do Espírito Santo. Sempre que estudamos este assunto, levamos nosso caráter a uma avaliação diante do Senhor e nos submetemos aos crivos e amoldamentos da Santa Palavra de Deus (Hb 4.12).
Os méritos de uma vida correta, bem como da exteriorização de sentimentos nobres na vida de um cristão, são reflexos da atuação do Espírito Santo em seu interior. O homem natural não consegue gerar e manifestar frutos dignos de louvor, sem a ação divina em seus pensamentos e emoções. A natureza humana, em sua constituição, é diretamente afetada pelo pecado, e só a presença do Senhor no coração do homem pode reverter o curso normal das inclinações pecaminosas.
O Fruto do Espírito Santo é a manifestação das virtudes divinas em nosso caráter, influenciando diretamente nosso relacionamento com Deus, com o próximo e nossa vida particular. Uma pessoa alcançada pela salvação revela o poder transformador do Evangelho em ações que exaltem o Pai Celestial diante da sociedade, glorificam a pessoa de Cristo e comprovam o domínio do Espírito Santo em seu coração (Mt 5.16).
A vida Cristã é uma batalha entre as obras da natureza pecaminosa e o Fruto do Espírito Santo. Como seres mortais, ainda estamos sujeitos a um corpo que deseja coisas pecaminosas, porque a presença de Deus não aniquila a carne e suas paixões (Rm 7.14-25). Contudo, temos o Espírito Santo produzindo em nós o Seu Fruto, nos dando o poder que necessitamos para vencer as tentações produzidas pela lei do pecado que em nós habita (2 Co 5.17; Fil.4.13).
Pr. Ailton José Alves
Pr. Ailton José Alves | 14/05/2012 at 03:19 | Categorias: Post | URL: http://wp.me/p1WEGM-rf
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...